Acordo judicial pretende resolver problema no Jardim das Colinas que se arrasta há 30 anos