Anvisa diz que reação indesejada a vacinas precisa ser comunicada