Apenas uma em cada sete crianças e adolescentes que vivem em abrigos pode ser adotada