Brasileiros acreditam que educação e emprego são mais eficientes contra violência do que repressão