Dilma descarta adoção de medidas recessivas para conter avanço da crise financeira global