É preciso ficar em casa, orienta especialista em Saúde Pública da FWB