Eficiência energética faria Brasil economizar US$ 2 bilhões