Empresas podem ser processadas por não cumprirem o princípio da dignidade humana