Governo comemora, mas só entregou 1% dos investimentos na Copa