Inventários em Cartórios de Notas de Minas Gerais crescem 36% com impacto da COVID