Lâmpadas incandescentes devem ser retiradas do mercado até 2016