Mercado ilegal de bebidas alcoólicas tira R$ 10 bilhões dos cofres públicos