Ministro admite abusos nos preços dos combustíveis, e diz que Cade já foi acionado