Não há receita para fixar o mínimo em R$ 580, diz ministro do Trabalho