Nível baixo de reservatórios pede uso racional da energia