Pessoas com deficiência querem conselhos mais atuantes