Presidente do BB descarta ampliação de crédito dos bancos públicos para compensar crise internacional