○ Racionamento de energia elétrica pode ser inevitável, diz o presidente do CBH Sapucaí