Relatório da CGU mostra que 2,5 mil funcionários públicos foram expulsos por corrupção desde 2003