Ricardo Teixeira renuncia à presidência da CBF após 23 anos no cargo