Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz